Perguntas Frequentes

GERAL

O que é o CIÊNCIAVITAE?

O CIÊNCIAVITAE é uma plataforma que permite criar, gerir e promover o seu cv de forma rápida e simples.

Estas as principais vantagens de utilizar o CIÊNCIAVITAE como a sua plataforma de gestão curricular:

Currículo único: partilhado pelos diferentes intervenientes do sistema académico-científico nacional. Reduz-se a carga administrativa sobre o utilizador e o esforço em tarefas de validação/certificação por parte de múltiplos organismos;

Personalizável: o utilizador escolhe como, quando e o que quer partilhar. A funcionalidade  “Exportar curriculum” permite criar múltiplas versões do curriculum adequadas às diferentes necessidades: conteúdo personalizável e vários formatos de documento;

Integrado: o CIÊNCIAVITAE está integrado com diversos sistemas nacionais e internacionais, tais como o ORCID, o FCT|SIG, etc. Assim, pode reutilizar informação que já tenha colocado nestes sistemas para construir o seu curriculo;

Promove: promova o seu currículo, tornando-o público. Assim, outros utilizadores poderão encontrá-lo através da funcionalidade “Encontrar CVs”.

Mais informação, aqui.

Que entidade gere o CIÊNCIAVITAE?

O CIÊNCIAVITAE é desenvolvido e gerido pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT). Mais informação, aqui.

Quem pode criar um currículo CIÊNCIAVITAE?

O CIÊNCIAVITAE destina-se a todos aqueles, portugueses ou estrangeiros, que atuam no contexto académico e de investigação em Portugal.

O que é necessário para criar um currículo CIÊNCIAVITAE?

Para criar um currículo CIÊNCIAVITAE é necessário que tenha um CIÊNCIA ID. Se ainda não tem, pode fazer o seu registo aqui.

O que é o “Assistente de Importação”?

O “Assistente de Importação” é um guia que o ajuda a acelerar o preenchimento do seu curriculo, reaproveitando informação existente noutras plataformas nacionais e/ou internacionais. Esta funcionalidade encontra-se sempre disponível na página principal do seu currículo CIÊNCIAVITAE.

Posso guardar/imprimir o meu CIÊNCIAVITAE?

Sim. Sempre que desejar guardar e/ou imprimir o seu CIÊNCIAVITAE, pode fazê-lo através da funcionalidade “Exportar curriculum”. Para tal, siga os seguintes passos:
  1. Clique no menu “Opções” disponível no canto superior direito (ícone de drop-down);
  2. Selecione a opção “Exportar curriculum”;
  3. Selecione o “Formato de exportação” e o “Modelo de curriculum” que deseja, e carregue em “Exportar”.
Veja o tutorial neste vídeo.

Como posso eliminar o meu currículo no CIÊNCIAVITAE?

Antes de mais, saiba que a eliminação do seu currículo não implica a eliminação do CIÊNCIAID. Pode eliminar o seu currículo no CIÊNCIAVITAE em 4 passos:
  1. Clique no menu “Opções” disponível no canto superior direito (ícone de drop-down);
  2. Selecione a opção “Definições”;
  3. Selecione a opção “Eliminar currículo”;
  4. Coloque visto e clique em “Confirmar”.
Irá receber um email com um link que, após ser confirmado, tornará efetiva a eliminação do seu currículo CIÊNCIAVITAE.

Para que serve a funcionalidade “Gestão de currículos”?

A funcionalidade “Gestão de currículos” permite-lhe dar acesso ao seu currículo, a outro utilizador CIÊNCIAVITAE. O gestor  por si nomeado poderá , entre outras ações, editar, criar e apagar registos. É obrigatório que o gestor nomeado tenha, também, um currículo CIÊNCIAVITAE. O gestor do seu currículo poderá, ainda, iniciar a ação de “Eliminar currículo” mas esta só se torna efetiva  se confirmada através do email enviado para o endereço de email preferencial do titular do currículo.

Como posso nomear uma pessoa para fazer a gestão do meu currículo?

A plataforma CIÊNCIAVITAE coloca à sua disposição a funcionalidade “Gestão de currículos”, que permite que outro utilizador por si nomeado possa gerir o seu currículo.  Para fazê-lo, basta seguir os seguintes passos:
  1. Clique no menu “Opções” disponível no canto superior direito (ícone de drop-down);
  2. Selecione a opção “Definições”;
  3. Selecione a opção “Permissões para gestão do currículo”;
  4. Carregue em “Adicionar”;
  5. Pesquise o nome do utilizador que deseja nomear como gestor do seu currículo;
  6. Carregue em “Confirmar”.
É obrigatório que o gestor nomeado tenha, também, um currículo CIÊNCIAVITAE. O utilizador por si nomeado como gestor, irá receber um email  a informá-lo desta nomeação.

Quero que um gestor do meu currículo, deixe de o ser. Como faço?

A qualquer momento pode remover os privilégios de gestão de  currículo ao(s) gestor(es) por si nomeado(s). Para tal, proceda da seguinte forma:
  1. Clique no menu “Opções” disponível no canto superior direito (ícone de drop-down);
  2. Selecione a opção “Definições”;
  3. Selecione a opção “Permissões para gestão do currículo”;
  4. Verá listado(s) o(s) gestor(es) atual(ais) do seu currículo. Para revogar a permissão de gestão, carregue no símbolo de apagar (caixote do lixo).
A partir deste momento, o utilizador a quem o acesso foi revogado deixará de poder gerir o seu currículo. Este utilizador irá receber um email a notificá-lo desta ação.

Porque é que nem todos os campos preenchidos num registo são visíveis no currículo publicado/exportado?

No currículo publicado/exportado apenas alguns dos campos de preenchimento do CIÊNCIAVITAE são passíveis de ser visíveis. Estes campos constituem o sub-conjunto mínimo de dados para descrever um registo num currículo académico-científico. Poderá consultar este subconjunto de dados através da ferramenta “Exportar currículo” disponível no menu Definições da plataforma CIÊNCIAVITAE. O parâmetro “Nível de Privacidade” selecionado definirá quais os registos visíveis. No entanto, independente do “Nível de Privacidade”, as descrições/detalhamentos dos campos funcionais não serão visíveis no currículo exportado. Não obstante, toda a informação que considere relevante para o seu currículo e que, não encontre representatividade nas áreas funcionais disponíveis, poderá registá-la na secção “Resumo“, disponível na área funcional “IDENTIFICAÇÃO“.

Tenho que ter o currículo público para ser acedido por uma entidade à qual dei consentimento?

Não. Caso tenha dado consentimento, o sistema terceiro acede a informação (com níveis de privacidade “Público” e “Semi-público”) do seu CIÊNCIAVITAE, mesmo que este não esteja publicado, através das APIs (forma de comunicação entre sistemas informáticos) disponíveis.

Porque é que o meu currículo não aparece numa pesquisa no Google e similares?

No que respeita à pesquisa em browser (como por exemplo, o motor de busca Google), alertamos para o facto da plataforma CIÊNCIAVITAE ser totalmente alheia aos mecanismos de indexação do Google. Adicionalmente, não fornecemos qualquer serviço de SEO (Search Engine Optimization), motivo pelo qual ainda não encontra o currículo quando pesquisa pelo mesmo no motor de busca. Em todo o caso, ao longo dos meses/anos, o número de consultas a um determinado currículo ou partilha desse currículo, contribuem para que esse mesmo currículo apareça nas pesquisas em browser. O facto do currículo estar publicado ou não, serve, maioritariamente, para que o mesmo seja pesquisável na própria plataforma CIÊNCIAVITAE, através da ferramenta “Encontrar CVs”.

Os investigadores estrangeiros podem ter um currículo CIÊNCIAVITAE?

Sim. O CIÊNCIAVITAE destina-se a todos aqueles, portugueses ou estrangeiros, que atuam no contexto académico e de investigação em Portugal. Para criar um currículo CIÊNCIAVITAE é necessário que tenha um CIÊNCIA ID. Se ainda não tem, pode fazer o seu registo com um e-mail aqui.

Porque é que o meu resumo não está atualizado?

O “Resumo” tem como objetivo fornecer um muito breve sumário da atividade profissional do utilizador, do modo mais universal possível. Ou seja, ser breve e visualmente semelhante para todos os utilizadores. A sua geração pode ocorrer por uma de 2 vias: a) Automática; b) Manual. A geração automática do resumo tem por base um algoritmo que seleciona a informação a expor e deve ser atualizada sempre que sejam feitas alterações ao currículo CIÊNCIAVITAE (incluindo alteração da linguagem PT->EN ou EN->PT). Para tal, basta que na área funcional “IDENTIFICAÇÃO”, em “Resumo”, clique no menu de opções (3 pontos) e escolha “Gerar resumo”de modo a que este atualize em função das últimas edições no CV ou aquando de uma alteração de linguagem.

Criação do CV no CIÊNCIAVITAE

Porque é que não consigo alterar o meu nome, data de nascimento e género?

Estes dados pessoais têm origem no seu registo CIÊNCIA ID e, como tal, não podem ser alterados na plataforma CIÊNCIAVITAE. Para alterar estes dados, aceda à plataforma CIÊNCIA ID e siga o caminho: “Dados Pessoais” → “Informação Pessoal” → “Alterar Informação Pessoal”.

Porque é que não consigo alterar meu e-mail?

Estes dados pessoais têm origem no seu registo CIÊNCIA ID e, como tal, não podem ser alterados na plataforma CIÊNCIAVITAE. Para alterar estes dados, aceda à plataforma CIÊNCIA ID e siga o caminho: “Dados de Conta” → “Endereços de e-mail” → “Adicionar Endereço de E-mail”.

O nome da minha instituição não aparece ou não está correto. O que devo fazer?

Se o nome da sua instituição não aparece quando digita o respetivo nome nos campos “Instituição/Organização”, ser-lhe-á apresentada a opção de criação de uma nova “Instituição/Organização”. Caso o nome da sua instituição apareça incorreto no menu drop-down , contacte a Equipa CIÊNCIAVITAE através do endereço de email info@cienciavitae.pt.

Tenho que corrigir e completar, sempre, os dados que importo de outras fontes?

Depende. Se os dados pertencerem a campos de preenchimento obrigatório (assinalados com asterisco), terá que os corrigir ou completar. Esta obrigatoriedade tenta salvaguardar, por um lado, a completude do seu curriculum e, por outro, otimizar a comunicação entre as várias plataformas do ecossistema.

Registei todos os autores de uma produção mas nem todos são visíveis. Porquê?

A lista de autores das produções apresentadas no currículo CIÊNCIAVITAE publicado/exportado segue o preconizado pela 17ª edição do Manual de Normas de CHICAGO. Assim, em produções com dez ou mais co-autores, são apenas listados 7 com a respectiva indicação de “et al”.

Não consigo depositar uma produção. Porquê?

A funcionalidade de depósito só é possível nas seguintes tipologias de produções: 1. Na categoria “Publicações”: – Artigo em conferência – Artigo em jornal – Artigo em revista – Capítulo de livro – Documento de trabalho – Livro – Relatório – Revisão de livro – Tese/Dissertação. 2. Na categoria “Propriedade Intelectual”: – Patente 3. Na categoria “Outros”: – Conjunto de dados – Outra produção

Porque é que não consigo avançar no Passo 1 de 3?

Esta limitação poderá dever-se ao browser que está a utilizar. Atualmente podemos assegurar o total funcionamento da plataforma CIÊNCIAVITAE através do browser Google Chrome. Sugerimos que faça download aqui e a instalação do mesmo, de forma a poder usufruir plenamente do CIÊNCIAVITAE.

Porque é que quando altero o idioma de PT (Português) para EN (Inglês) o conteúdo não é traduzido?

De momento, a plataforma CIÊNCIAVITAE apenas oference a funcionalidade bilingue (português-inglês) para a navegação na plataforma, isto é, definição da língua em que são apresentadas as áreas funcionais. Pelo que, o conteúdo aparecerá na língua em que foi registado.

Qual a fonte da informação das opções que aparecem disponíveis nos menus drop-down e nos campos de preenchimento automático?

Para abreviar o preenchimento do seu currículo CIÊNCIAVITAE, colocamos à sua disposição dois tipos de ajuda: Tabelas fechadas: opções disponíveis em menus drop-down, por exemplo, nos campos “Tipo”; Tabelas de referência: opções disponíveis nos campos de preenchimento automático, por exemplo, nos campos de “Empregador”. Para tal, o CIÊNCIAVITAE utiliza as seguintes fontes de informação: 1 – Base de Dados autoritativas (ex. Identify Database gerida pela Ringgold) 2 – Direção-Geral de Ensino Superior 3 – Registo Biográfico de Docentes do Ensino Superior 4 – Direção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência 5 – Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior

O meu grau de formação não está listado na área funcional FORMAÇÃO. E agora?

Caso não encontre o seu grau de formação, pode selecionar o campo “Outros” em “Nível de Formação”. O campo “Curso” trata-se de um campo de preenchimento livre pelo que, poderá colocar o nome do curso. O resultado será a entrada desse registo com os detalhes pretendidos.

A que se refere cada tipo de financiamento na área funcional PROJETOS?

As tipologias de financiamento disponibilizadas referem-se a: a) Projeto: projectos de investigação atribuídos a um laboratório ou, ao abrigo de um vínculo profissional; b) Bolsa: bolsas individuais, tais como, bolsas de mestrado, doutoramento, etc.; c) Outro: qualquer outra tipologia que não caia nas anteriores.

O que é o “Tipo de relação-próprio/parte de”?

O campo “Tipo de relação”/”Relationship” diz respeito à relação do identificador com o registo e assume o seguinte: Parte de/Part of: caso se refira a um projecto participante de um projecto maior, como por exemplo, projectos que derivam de consórcios e, no caso de produções, por exemplo, capítulos de livros ou artigos em revista; Próprio/Self: caso se refira ao próprio projecto, como por exemplo, projectos/bolsas individuais e, no caso de produções, por exemplo, ao próprio livro.

Divulgação e formação CIÊNCIAVITAE

Existem ações de formação CIÊNCIAVITAE?

Sim. As ações de formação podem ser consultadas na página “Formação”  na secção  “Suporte”, disponível no fim da página da plataforma.

Existem tutoriais online CIÊNCIAVITAE?

Sim. Os tutoriais encontram-se disponíveis na página “Tutoriais”  na secção “Suporte”, disponível no fim da página da plataforma.

Como posso esclarecer as minhas dúvidas sobre o CIÊNCIAVITAE?

Caso a sua dúvida não encontre resposta nestas “Perguntas Frequentes” poderá contactar o serviço de helpdesk através do email: info@cienciavitae.pt.

O CIÊNCIAVITAE e o CIÊNCIA ID

Posso ter um CIÊNCIA ID sem ter CIÊNCIAVITAE?

Sim. O CIÊNCIA ID é um identificador digital único e permanente para todos os cidadãos que desenvolvem atividade científica no ecossistema científico e tecnológico nacional. A plataforma CIÊNCIA ID permite ao utilizador gerir o seu perfil e autenticar-se para aceder a outros sistemas, nomeadamente o CIÊNCIAVITAE. Sem o registo e login na plataforma CIÊNCIA ID não é possível aceder ao sistema de gestão curricular CIÊNCIAVITAE. No entanto, o utilizador pode ter CIÊNCIA ID e não criar um CV no CIÊNCIAVITAE, podendo usufruir de outros sistemas com autenticação através do CIÊNCIA ID.

Se apagar o meu currículo do CIÊNCIAVITAE continuo a ter CIÊNCIA ID?

Sim. Por se tratarem de sistemas distintos, a eliminação do seu currículo no CIÊNCIAVITAE não implica eliminação do CIÊNCIA ID.

O CIÊNCIAVITAE no ecossistema de Ciência e Tecnologia (C&T)

Posso usar o meu CIÊNCIAVITAE em candidaturas a financiamento internacional?

Depende. Caso a plataforma de candidatura não disponha de plataforma de currículo própria, à partida poderá usar o seu CV CIÊNCIAVITAE. Veja como pode guardar/imprimir o seu CV CIÊNCIAVITAE, através da funcionalidade “Exportar curriculum”. Caso contrário, deverá utilizar a plataforma de curriculum disponibilizada para o efeito.

Como posso usar o CIÊNCIAVITAE nos concursos da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT)?

A integração do CIÊNCIAVITAE com a FCT é realizada ao nível das plataformas de concursos da FCT. Assim, quando se candidatar a financiamento da FCT e, caso seja necessário associar um currículo à sua candidatura, o CIÊNCIAVITAE aparecerá como uma das opções disponíveis. Para poder associar o currículo CIÊNCIAVITAE à sua candidatura deverá primeiro associar o seu CIÊNCIA ID à sua conta FCT|SIG. Para tal: 1. Entre na plataforma FCT|SIG; 2. Vá a Dados de Registo (disponível no canto superior direito); 3. Escolha a opção “Associar o meu CIÊNCIA ID”.

Como é que a FCT acede ao meu currículo CIÊNCIAVITAE?

O CIÊNCIAVITAE disponibiliza um serviço de API (Application Programming Interface) que permite a transferência de dados entre esta plataforma e outros sistemas. Deste modo, a FCT utiliza este serviço para aceder ao seu currículo mediante o seu consentimento.

Como posso revogar o consentimento dado a uma determinada entidade para aceder ao meu currículo CIÊNCIAVITAE?

No canto superior direito do seu CV, clique na seta ao lado da sua imagem e aceda às “Definições” – “Permissões de acesso as entidades” – Clique no ícone da Lixeira e elimine as entidades que desejar. Consulte o tutorial em video.

Como posso dar consentimento a outras entidades/terceiros (por exemplo, FCT) para aceder ao meu currículo?

O consentimento para que a FCT ou outras entidades acedam ao seu currículo CIÊNCIAVITAE é dado no âmbito do sistema dessas entidades. Por exemplo, no caso das candidaturas a financiamento FCT na plataforma MyFCT, o consentimento é concedido no formulário de candidatura clicando em “Dar permissão à FCT”.

Posso revogar o consentimento dado à FCT ou a outras entidades para aceder ao meu CV?

Sim. A qualquer altura pode revogar as permissões de acesso que concedeu a um sistema terceiro. Para tal, siga os seguintes passos: 1. Clique no menu “Opções” disponível no canto superior direito (ícone de drop-down); 2. Selecione a opção “Definições”; 3. Selecione a opção “Permissões de acesso” e clique no ícone “lixo” Veja o tutorial neste vídeo.

A FCT e outras entidades tem acesso a todos os registos, independentemente do nível de privacidade?

Não. As credenciais de acesso à API da plataforma CIÊNCIAVITAE atribuídas à FCT e outras entidades, permitem a estas aceder à informação registada no seu currículo com os níveis de privacidade “Público” e, “Semi-público” apenas mediante o consentimento do utilizador. Observe que o nível de privacidade “Privado” é o mais restritivo pelo que toda e qualquer informação com nível de privacidade “Privado” não pode ser consultada por entidades

Importadores

O que são importadores?

Os importadores são ferramentas que permitem aceder a plataformas do sistema académico e científico nacional com informação curricular sobre os vários utilizadores. Assim, a integração destes sistemas na plataforma do CIÊNCIAVITAE permite-lhe reutilizar informação que a dada altura tenha disponibilizado a qualquer um destes sistemas. Lembre-se que, por vezes, a informação do seu currículo pode ter sido disponibilizada pela sua instituição de ensino e/ou investigação, como acontece no caso da produção científica existente em repositórios.

Quais são os importadores disponíveis?

Atualmente, a plataforma disponibiliza 5 importadores no âmbito do assistente de importação: a) ORCiD – permite a sincronização de produções e projetos com a plataforma; b) SciPROJ – permite aceder e importar dados a partir do registo nacional de financiamento de C&T (SciPROJ); c) RCAAP – permite aceder a uma lista de produções científicas depositadas nos repositórios institucionais; d) PRIES – permite aceder ao Registo Biográfico de Docentes do Ensino Superior gerido pela Direcção Geral de Estatística da Educação e Ciência e) RENATES– permite aceder ao Registo Nacional de Teses e Dissertações gerido pela Direcção Geral de Estatística da Educação e Ciência. Os dados disponibilizados no RENATES correspondem a registos de teses de doutoramento desde 1970 e registos de dissertações de mestrado desde 2013

Como posso aceder aos importadores?

Os importadores estão disponíveis a qualquer altura:
  1. Através da ferramenta Assistente de Importação na página principal do seu CIÊNCIAVITAE, abaixo do texto sobre “Acelere a elaboração do seu CV”;
  2. Através do menu “Opções” disponível no canto superior direito (ícone de drop-down).

Como posso importar os dados do meu CV DeGOIS/CV FCT-SIG?

A importação de dados a partir das plataformas DeGóis e FCT|SIGcv deixou de ser possível em Maio 2021, altura em que ambas as plataformas foram descontinuadas. Em conformidade com o princípio de simplificação dos processos administrativos, o lançamento da plataforma de gestão curricular CIÊNCIAVITAE em Setembro de 2018, foi acompanhada pela descontinuação dos sistemas de gestão curricular existentes, nomeadamente as plataformas DeGóis e FCT|SIGcv, cujas limitações eram reconhecidas pela comunidade. Este processo descontinuação foi anunciado em 2018 e decorreu de forma faseada até Maio de 2021 tal como divulgado nas homepages dessas mesmas plataformas. Assim, desde essa data, já só é possível aceder, no caso da plataforma DeGóis, à versão do currículo DeGóis preservada pelo Arquivo.pt (somente visualização).

Sincronização

Como funciona o mecanismo de sincronização?

A sincronização é o processo de transferência simultânea que atualiza a informação presente nas duas plataformas: CIÊNCIAVITAE e ORCiD. Sincronizar permite duas ações:
  1. Atualizar o currículo CIÊNCIAVITAE com informação sobre produções existentes no ORCiD (Adicionar ao CIÊNCIAVITAE);
  2. Enviar para o ORCiD informação sobre novas produções introduzidas no CIÊNCIAVITAE (Adicionar ao ORCiD).
Mais informações sobre este e outros processos de sincronização podem ser consultadas em PTCRISync.

O que é o ORCiD e porque devo associar o meu ORCiD ao meu currículo CIÊNCIAVITAE?

O ORCiD (Open Researcher and Contributor ID) é um identificador digital único, gratuito e persistente, que distingue indivíduos dando resposta ao problema da ambiguidade e semelhança de nomes. O ORCiD é disponibilizado por uma plataforma de registo, semelhante a um CV, na qual o utilizador pode associar este identificador à sua informação. Diversos sistemas de informação científicos (Web of Science, Scopus, Crossref), grupos editoriais (e.g. Nature Publishing Group) e agências de financiamento (e.g. National Institutes of Health – NIH) já adotaram o ORCiD. Assim, o ORCiD funciona como um eixo de ligação entre os vários sistemas, o que permite identificar um utilizador perante múltiplas entidades e propagar a sua informação entre sistemas.

Ao associar o ORCiD ao seu currículo CIÊNCIAVITAE passa a poder utilizar a ferramenta de sincronização de dados disponibilizada. Esta ferramenta permite-lhe sincronizar informação das áreas funcionais “Produções” e “Projetos” do currículo CIÊNCIAVITAE com o ORCiD.

Quais as vantagens de utilizar o mecanismo de sincronização?

A principal vantagem é evitar muito do trabalho repetitivo que é necessário para manter o seu perfil atualizado nas várias plataformas que constituem o sistema científico, nacional e internacional. Após ativar a sincronização para as suas publicações, todas as alterações feitas no ORCiD, por exemplo, serão automaticamente atualizadas no CIÊNCIAVITAE, evitando-se desta forma o trabalho repetitivo de as inserir nos vários sistemas.

O que significa “Parar sincronização”?

“Parar sincronização” significa que não serão feitas novas atualizações automáticas nos itens selecionados.

Porque é que quando apago uma publicação no ORCiD, a mesma não é apagada no CIÊNCIAVITAE?

O mecanismo de sincronização atualmente implementado não permite apagar de modo automático publicações no CIÊNCIAVITAE. Uma das situações que se evita é no caso em que uma publicação é inadvertidamente removida pelo utilizador no ORCiD. Esta mesma publicação pode, entretanto, ter sido atualizada no CIÊNCIAVITAE, corrigindo os problemas nos metadados que tenham motivado a sua remoção do ORCiD. Neste caso, a sua remoção automática seria indesejada. Caso deseje remover uma publicação deve fazê-lo diretamente no CIÊNCIAVITAE.

Apaguei uma publicação no ORCiD que tinha previamente selecionado para sincronizar mas voltou a aparecer. Porquê?

O mecanismo de sincronização tenta manter atualizadas, no seu perfil ORCiD, todas as publicações que estão selecionadas para sincronização no CIÊNCIAVITAE. Se, por exemplo, apagar uma publicação no ORCiD mas esta publicação continuar selecionada para sincronização no CIÊNCIAVITAE, ela voltará a ser exportada. Se desejar remover uma publicação sincronizada do ORCiD, basta ir ao CIÊNCIAVITAE e parar a sincronização desta publicação do seguinte modo:
  1. Na área funcional Projetos ou Produções, clique em “Sincronizar”;
  2. Dentro da lista de Projetos ou Produções disponíveis, clique em “Sincronizadas”;
  3. Dentro da lista de Projetos ou Produções sincronizadas, coloque visto em “Parar sincronização” e clique em “Atualizar”.
O mecanismo de sincronização irá depois remover essa publicação do ORCiD. Note que a publicação pode não ser totalmente removida do ORCiD se existirem outras versões dessa publicação exportadas para o ORCiD por outras entidades externas (por exemplo, pela CrossRef).

Porque é que há publicações que não podem ser importadas para o CIÊNCIAVITAE?

Para garantir a qualidade da informação no CIÊNCIAVITAE, o mecanismo de sincronização apenas considera, para importação, publicações cujos metadados possuam um mínimo de qualidade. Em particular, apenas considera para importação publicações que possuam título, ano de publicação e, pelo menos, um identificador único (DOI, Handle, etc). As publicações que não satisfazem este critério não são importadas, mas podem ser consultadas no separador Alertas na área funcional Produções.

Porque é que apareceram publicações duplicadas no meu perfil ORCiD após a sincronização?

O ORCiD apenas considera que duas publicações são idênticas quando estas apresentam identificadores únicos (DOIs, Handles, etc) iguais (não basta que tenham o mesmo título e ano de publicação). Se tinha uma publicação sem qualquer identificador único no seu perfil ORCiD, ou com identificadores diferentes dos que inseriu no CIÊNCIAVITAE, então essa publicação será agregada com a publicação idêntica que foi exportada na sincronização. Para resolver este problema, pode editar a publicação que tinha inicialmente no ORCiD e adicionar-lhe um dos identificadores únicos da publicação exportada. A partir desse momento essas publicações serão agregadas pelo ORCiD e deixará de ver os duplicados.

Tenho publicações no ORCiD que não estão no CIÊNCIAVITAE. Porque é que ao sincronizar elas não aparecem no CIÊNCIAVITAE?

Há duas razões possíveis para isso acontecer. A primeira prende-se com a qualidade da informação no CIÊNCIAVITAE. A segunda razão, deve-se a questões de privacidade. O ORCiD permite que o utilizador defina quem tem acesso a cada publicação, podendo escolher três níveis de privacidade: everyone, trusted parties, e only me. O mecanismo de sincronização consegue importar, apenas, as publicações cujo nível de privacidade seja everyone ou trusted parties. Como tal, certifique-se que todas as publicações que pretende importar possuem um desses níveis de privacidade.

Selecionei no CIÊNCIAVITAE uma publicação para sincronizar mas esta não aparece no ORCiD. Porquê?

O ORCID permite que o utilizador defina quem tem acesso a cada publicação através de três níveis de privacidade: everyone, trusted parties e only me. Além desta possibilidade, o utilizador pode definir qual o nível de privacidade que, por predefinição, cada publicação terá quando adicionada por uma entidade externa. Caso tenha optado pelo nível de privacidade trusted parties ou only me, não conseguirá visualizar as publicações sincronizadas, a não ser que faça login no seu perfil ORCID. Em alternativa, pode alterar esta configuração no ORCID:  selecione a opção Visibility Preferences na área funcional Account Settings.

Como faço para alterar a conta de ORCiD que está associada ao meu currículo CIÊNCIAVITAE?

Pode alterar a conta ORCID sincronizada com o seu currículo CIÊNCIAVITAE,  da seguinte forma:
  1. Clique no menu “Opções” disponível no canto superior direito (ícone de drop-down);
  2. Selecione a opção “Definições”;
  3. Em “Sincronização com o ORCID” selecione “Não”;
  4. Aceda à área funcional “Identificação” e apague o seu identificador ORCID;
  5. Aceda às áreas funcionais “Produções” e “Projetos” e apague todos os registos provenientes do ORCID (terá que fazê-lo registo a registo);
  6. Saia do seu currículo CIÊNCIAVITAE ;
Deverá  reiniciar o browser para permitir novo login no currículo CIÊNCIAVITAE. Caso tenha como opção do seu browser a gravação de cookies, deverá apagá-los.      7. Aceda, novamente, ao seu currículo CIÊNCIAVITAE ;      8. Sincronize o seu CIÊNCIAVITAE como a nova conta ORCID pretendida.

Porque é que, após a sincronização, a lista de co-autores da minha produção aparece incompleta no CIÊNCIAVITAE?

A lista de co-autores de uma produção é obtida a partir de i) dados registados no ORCID por sistemas terceiros autorizados (por exemplo, Crossref); e ii) citação registada (apenas nos formatos RIS ou Bibtex). Caso a lista de co-autores de uma produção na plataforma ORCID esteja incompleta, o CIÊNCIAVITAE recorre à citação, desde que no formato RIS ou BibText, para obtenção dessa mesma lista.   No entanto, se a lista de co-autores de uma produção na plataforma ORCID estiver incompleta e a citação correspondente estiver num formato que que não RIS ou Bibtext, a lista de co-autores importada para o CIÊNCIAVITAE será incompleta. Assim, após a sincronização verifique sempre se a lista de co-autores importada está correta.

Privacidade

Como faço para disponibilizar o meu CIÊNCIAVITAE publicamente?

Para que o seu CV esteja disponível publicamente é necessário clicar em “Não publicado” no topo da página. Só então o seu curriculum será pesquisável no portal. Veja o tutorial neste vídeo

Porque é que ao criar o meu currículo não o consigo visualizar no Portal?

A visualização do currículo não é imediata, podendo demorar até 24 horas após a criação ou atualização do mesmo.

Qual é a diferença entre os 3 níveis de privacidade da plataforma e como posso alterá-los?

Por predefinição, os dados da secção “Contactos” e alguns atributos da secção “Informação pessoal”, na área funcional “Identificação” são privados. Todos os restantes dados registados no CIÊNCIAVITAE são públicos, por predefinição, quando o utilizador cria o seu currículo. Ou seja, estarão disponíveis para consulta quando o utilizador publicar o seu CIÊNCIAVITAE. Contudo, o utilizador pode, a qualquer momento, alterar esta opção, do seguinte modo:

  1. Clique no menu “Opções” disponível no canto superior direito (ícone de drop-down);
  2. Selecione a opção “Definições”;
  3. Selecione a opção “Privacidade”;
  4. Escolha o nível de privacidade desejado.

Estão disponíveis os seguintes níveis de privacidade:

  • Público: por predefinição, todos os novos registos no currículo publicado serão disponibilizados a todos os utilizadores;
  • Semi-público: por predefinição, todos os novos registos no currículo publicado serão de acesso restrito;
  • Privado: por predefinição, todos os novos registos no currículo publicado serão visíveis apenas ao próprio utilizador.

A plataforma permite, ainda, definir a privacidade para cada item introduzido no seu currículo. Em cada entrada no seu currículo pode encontrar o ícone de cadeado que lhe permite alterar o nível de privacidade.

Se o meu CIÊNCIAVITAE não estiver publicado posso utilizá-lo na mesma nas plataformas de candidatura a financiamento?

Sim. Caso tenha dado consentimento, as plataformas de candidatura a financiamento acedem ao seu CIÊNCIAVITAE através das APIs (forma de comunicação entre sistemas informáticos) disponíveis. Mesmo que não tenha publicado o seu CIÊNCIAVITAE, a informação (com níveis de privacidade “Público” e “Semi-público”) nele contida está disponível para ser consultada por outros sistemas.

Como posso ver a versão do meu currículo que é vista pelos restantes utilizadores da plataforma?

Pode visualizar o seu currículo tal como os outros utilizadores o vêem, de duas formas: 1. Na sua área de utilizador, ao carregar no estado de publicação do currículo “CIÊNCIAVITAE público”; 2. Por pesquisa do seu currículo através da ferramenta encontrar CVs.

Já não quero que os outros utilizadores tenham acesso à informação (pública) do meu currículo CIÊNCIAVITAE. O que posso fazer?

Para reverter a publicação do seu currículo deve seguir os seguintes passos: 1.No canto superior direito, clicar na seta ao lado da foto do seu perfil; 2. Selecionar “Definições”; 3. Clicar em “Cancelar CV”; 4. Marcar a caixa “Sim, quero remover o acesso aos dados públicos do meu CV disponibilizados pelo CIÊNCIAVITAE ” e confirmar a ação. Feito isso, o seu currículo deixará de estar disponível publicamente na plataforma e, portanto, não poderá ser encontrado pelo público em geral através da ferramenta “Encontrar CVs”.

O CIÊNCIAVITAE e o RCAAP

Como é que posso ligar as publicações do meu CIÊNCIAVITAE a repositórios de texto integral?

Deve colocar o URL (ex. handle) no campo destinado para o efeito. Na área funcional Produções encontra a lista de todas as produções disponíveis no seu currículo. Em cada entrada, tem disponível um ícone de edição.

Como posso depositar produções no RCAAP?

Na área funcional “PRODUÇÕES”, escolha a produção que deseja depositar e clique nos ícone de três pontinhos. A seguir clique em “Depositar produção” e siga os passos seguintes. Para saber mais aceda a este tutorial.

Quais as produções que posso depositar?

É possível depositar todos os registos das categorias Publicações, Artística/Interpretação, Propriedade intelectual e Outros da área funcional “PRODUÇÕES”.