???global.info.a_carregar???
Cláudia Relvado. Concluiu o(a) Mestrado em Evolução e Biologia Humanas em 2015 pelo(a) Universidade de Coimbra Faculdade de Ciencias e Tecnologia. Possui 1 capítulo(s) de livros. Nas suas atividades profissionais interagiu com 4 colaborador(es) em coautorias de trabalhos científicos. No seu currículo Ciência Vitae os termos mais frequentes na contextualização da produção científica, tecnológica e artístico-cultural são: Shelter; Ossuary; Primary burial; Neolithic; Calcolithic; Paleopatologia; doença óssea de Paget; espessamento ósseo; encurvamento ósseo.; Politraumatismo; Osteoporose; .
Identificação

Identificação pessoal

Nome completo
Cláudia Relvado

Nomes de citação

  • Relvado, Cláudia

Identificadores de autor

Ciência ID
0511-AA77-DD2D

Telefones

Telemóvel
  • 961251099 (Pessoal)

Moradas

  • Praceta Calvet Magalhães, Lote 68, 2135-215, Samora Correia, Benavente, Portugal (Pessoal)

Websites

  • https://www.researchgate.net/profile/Claudia_Relvado3 (Académico)

Idiomas

Idioma Conversação Leitura Escrita Compreensão Peer-review
Português (Idioma materno)
Inglês Utilizador proficiente (C1) Utilizador proficiente (C1) Utilizador independente (B2) Utilizador proficiente (C1)
Espanhol; Castelhano Utilizador elementar (A2) Utilizador independente (B1) Utilizador elementar (A2) Utilizador independente (B1)
Formação
Grau Classificação
2013/09 - 2015/09
Concluído
Evolução e Biologia Humanas (Mestrado)
Especialização em Sem especialização
Universidade de Coimbra Faculdade de Ciencias e Tecnologia, Portugal
"Crescer num Tomar Medieval. Estudo Paleobiológico de uma amostra osteológica de indivíduos não adultos, da Necrópole Medieval/Moderna de Santa Maria de Olival, Tomar" (TESE/DISSERTAÇÃO)
15 valores
2008/09 - 2012/09/11
Concluído
Biologia (Licenciatura)
Universidade de Évora Escola de Ciências e Tecnologia, Portugal
14
Produções

Publicações

Capítulo de livro
  1. Cruz, Ana; Gibaja, Juan. "Upper Morgado Shelter, Still a Peripheral Funeral Context, or Perhaps Not? (Tomar, Central Portugal)". Portugal: BAR Publishing. http://hdl.handle.net/10174/23298.

Outros

Outra produção
  1. Ribeiro, Cheila; Relvado, Cláudia; Fernandes, Teresa. 2018. Um possível caso de doença óssea de Paget na Coleção de Esqueletos Identificados de Évora, Portugal (século XX). A doença óssea de Paget (DOP) é uma doença metabólica caracterizada pela remodelação óssea anómala, de etiologia desconhecida. O esqueleto em estudo pertence à Coleção de Esqueletos Identificados de Évora, sendo este do sexo feminino, com uma idade à morte de 88 anos, tendo falecido em 1987. Recorrendo à análise macroscópica, a olho nu, e radiológica, observaram-se várias alterações ósseas, destac. http://hdl.handle.net/10174/23956.
    https://doi.org/10.14195/2182-7982_35_6
  2. Relvado, Cláudia; Ribeiro, Cheila; Fernandes, Teresa. 2018. Múltiplas fraturas presentes num esqueleto de uma mulher idosa proveniente do cemitério dos Remédios, Évora. As lesões traumáticas encontram-se entre as condições mais observadas nos restos esqueléticos, podendo afetar o esqueleto de várias formas, sendo as fraturas as mais comuns. As lesões traumáticas podem ser intencionais ou acidentais. Algumas doenças, como é o caso da osteoporose, tornam o osso mais propenso a fraturas, uma vez que afetam o metabolismo ósseo, deixando os ossos fragilizados e suscet. http://hdl.handle.net/10174/23957.
    https://doi.org/10.14195/2182-7982_35_3