???global.info.a_carregar???
António Santos Justo. Concluiu o(a) Doutoramento em Direito em 1989 pelo(a) Universidade de Coimbra Faculdade de Direito. É Professor Catedrático no(a) Universidade Lusíada Porto Faculdade de Direito, Professor Catedrático no(a) Universidade Lusíada de Lisboa Centro de Estudos Jurídicos Económicos e Ambientais, Membro de júris de provas de Mestrado e de Doutoramento no(a) Universidade Lusíada Porto Faculdade de Direito, Docente (Curso de Mestrado) no(a) Universidade Lusíada Porto Faculdade de Direito e Professor Catedrático no(a) Universidade Lusíada Porto Faculdade de Direito. Possui 1 livro(s). No seu currículo Ciência Vitae os termos mais frequentes na contextualização da produção científica, tecnológica e artístico-cultural são: Direito romano; História; Precário (Direito); Herança e sucessão (Direito romano); Direito das sucessões - Portugal; .
Identificação

Identificação pessoal

Nome completo
António Santos Justo
Data de nascimento
1945/02/27
Género
Masculino

Nomes de citação

  • Justo, António

Identificadores de autor

Ciência ID
1E17-80D9-DEE8
ORCID iD
0000-0001-6537-2305

Endereços de correio eletrónico

  • sjusto@fd.uc.pt (Profissional)

Moradas

  • Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra. Pátio da Universidade, 3004-545, Coimbra, Coimbra, Portugal (Profissional)
Formação
Grau Classificação
1989
Concluído
Direito (Doutoramento)
Especialização em Especialidade: Ciências Jurídico-Históricas
Universidade de Coimbra Faculdade de Direito, Portugal
"A Fictio Iuris no Direito Romano (actio Ficticia). Época Clássica" (TESE/DISSERTAÇÃO)
Percurso profissional

Docência no Ensino Superior

1992/10/01 - Atual Professor Catedrático (Docente Universitário)
Universidade Lusíada Porto Faculdade de Direito, Portugal
1992/10/01 - Atual Professor Catedrático (Docente Universitário)
Universidade Lusíada de Lisboa Centro de Estudos Jurídicos Económicos e Ambientais, Portugal
1992/10/01 - Atual Professor Catedrático (Docente Universitário)
Universidade Lusíada Porto Faculdade de Direito, Portugal
2013 - 2016 Professor Catedrático (Docente Universitário)
Universidade Lusíada Porto, Portugal
2013 - 2015 Professor Catedrático (Docente Universitário)
Universidade de Coimbra Faculdade de Direito, Portugal

Cargos e Funções

2013 - 2015 Conselho científico/técnico-científico ou orgão correspondente
Universidade de Coimbra Faculdade de Direito, Portugal
2013 - 2015 Conselho pedagógico
Universidade de Coimbra Faculdade de Direito, Portugal
2013 - 2015 Diretor ou presidente da unidade orgânica
Universidade de Coimbra Faculdade de Direito, Portugal

Outros

1992 - Atual Membro de júris de provas de Mestrado e de Doutoramento
Universidade Lusíada Porto Faculdade de Direito, Portugal
1992 - Atual Docente (Curso de Mestrado)
Universidade Lusíada Porto Faculdade de Direito, Portugal
2004 - 2004 Presidente da Comissão Eleitoral da eleição do Reitor da Universidade de Coimbra
Universidade de Coimbra, Portugal
2001 - 2002 Presidente da Assembleia de Representantes
Universidade de Coimbra Faculdade de Direito, Portugal
1998 - 2000 Membro do Conselho Directivo
Universidade de Coimbra Faculdade de Direito, Portugal
Produções

Publicações

Livro
  1. Justo, António dos Santos. A "Fictio iuris" no direito romano: Actio Ficticia: época clássica. imp. Gráfica de Coimbra. 1989.

Outros

Outra produção
  1. Justo, António dos Santos. 2017. Precário : direito romano (breve referência aos direitos contemporâneos). Lusíada. Direito. - ISSN 2182-4118. - S. 2, n. 13 (2015). - p. 37-101. http://hdl.handle.net/11067/2814.
  2. Justo, António dos Santos. 2016. A indignidade sucessória no direito romano : reflexos no direito português = Unworthiness to succeed in roman law : its impact in portuguese law. Equitable barriers to succession were not a unitary element in the law of Rome in antiquity. Unconscionable behaviour by the successor towards the deceased (or family members) were considered by the imperial laws (constitutiones) a factor in succession rights. There has been no shortage of attempts by Romanists to classify these factors into several categories. In this juridical regime, it should. http://hdl.handle.net/11067/4362.