???global.info.a_carregar???
Mariana Correia Carrolo. Concluiu o(a) Doutoramento em História da Arte em 2009 pelo(a) Universidade Nova de Lisboa Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Doutoramento em História da Arte em 2019/05/02 pelo(a) Universidade Nova de Lisboa Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Licenciatura em História da Arte em 2009/03/23 pelo(a) Universidade Nova de Lisboa Faculdade de Ciências Sociais e Humanas e Licenciatura em Arquitectura em 2005/08/01 pelo(a) Universidade Lusíada de Lisboa. É Membro Integrado no(a) Universidade Nova de Lisboa Instituto de História da Arte. No seu currículo Ciência Vitae os termos mais frequentes na contextualização da produção científica, tecnológica e artístico-cultural são: Experiência prisional; Espaço prisional; Panóptico; Representação prisional; Estabelecimento Prisional de Monsanto; Desenhos de reclusos; Domínio/Área Científica::Humanidades::História e Arqueologia; Forte de Monsanto; Actividade de Artes Criativas; Lisboa; .
Identificação

Identificação pessoal

Nome completo
Mariana Correia Carrolo

Nomes de citação

  • carrolo, mariana correia

Identificadores de autor

Ciência ID
1B18-2B5B-7CB3
ORCID iD
0000-0002-9950-3956

Idiomas

Idioma Conversação Leitura Escrita Compreensão Peer-review
Inglês Utilizador proficiente (C1) Utilizador proficiente (C1) Utilizador independente (B1) Utilizador proficiente (C1)
Francês Utilizador independente (B1) Utilizador independente (B1) Utilizador elementar (A1) Utilizador independente (B1)
Espanhol; Castelhano Utilizador elementar (A1) Utilizador independente (B1) Utilizador elementar (A1) Utilizador elementar (A1)
Formação
Grau Classificação
2019/05/02
Concluído
História da Arte (Doutoramento)
Especialização em Especialidade: História da Arte Contemporânea
Universidade Nova de Lisboa Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Portugal
"Arquitectura Prisional Portuguesa: Forma, Experiência e Representação do Espaço. O Estabelecimento Prisional de Monsanto" (TESE/DISSERTAÇÃO)
Muito Bom
2009/03/23
Concluído
História da Arte (Licenciatura)
Universidade Nova de Lisboa Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Portugal
17
2009
Concluído
História da Arte (Doutoramento)
Universidade Nova de Lisboa Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Portugal
"Arquitectura Prisional Portugues: Forma, Experiência e Representação do Espaço. O Estabelecimento Prisional de Monsanto." (TESE/DISSERTAÇÃO)
muito bom
2005/08/01
Concluído
Arquitectura (Licenciatura)
Universidade Lusíada de Lisboa, Portugal
"Studio Paris, Complex Programs on Complex Locations: Porte De La Chapelle" (TESE/DISSERTAÇÃO)
12
Percurso profissional

Outros

2019/07/18 - Atual Membro Integrado
Universidade Nova de Lisboa Instituto de História da Arte, Portugal
Produções

Publicações

Tese / Dissertação
  1. Carrolo, Mariana Correia. "Arquitectura Prisional Portuguesa: forma, experiência e representação do espaço. O Estabelecimento Prisional de Monsanto". Doutoramento, 2019. http://hdl.handle.net/10362/72826.

Outros

Outra produção
  1. Carrolo, Mariana Correia. 2014. Monsanto: de forte [Marquês Sá da Bandeira] a estabelecimento prisional leituras de um edifício discreto da modernidade lisboeta. Desde o final do século xix, a paisagem de Lisboa foi pautada pelo surgimento de edifícios prisionais e judiciais que atestam a necessidade e o impulso da implementação das Instituições – nos valores e usos – inerentes à Modernidade. Neste contexto, e no alto de Monsanto, no âmbito do sistema defensivo da capital portuguesa é edificado o Forte do Marquês de Sá da Bandeira, 1878 – Campo Entrincheir. http://hdl.handle.net/10362/16914.