???global.info.a_carregar???
Ana Marta M. Flores holds a doctorate and a master's degree in journalism from the Federal University of Santa Catarina (Brazil) with a partial completion at the University of Lisbon (Portugal), and is graduated in Social Communication & Journalism. Currently, investigates how trends studies and digital methods can contribute to a better understanding of innovation in journalism. Flores is also a research member of the Center for Studies and Production in Hypermedia Applied to Journalism (Nephi-Jor/UFSC/Brazil), the Trends and Culture Management Lab (Universidade de Lisboa), and at Social Media Research Techniques (SMART/iNOVA Media Lab/Portugal). Since 2014 she has been teaching in postgraduate courses with focused on digital media, journalism, and trend studies.
Identificação

Identificação pessoal

Nome completo
Ana Marta Moreira Flores

Nomes de citação

  • Flores, Ana
  • Flores, Ana M. M.

Identificadores de autor

Ciência ID
1A12-B875-A161
ORCID iD
0000-0002-5078-5534

Moradas

  • iNOVA Media Lab | Universidade Nova de Lisboa Avenida de Berna, 26 C Edifício B1, sala 1.09, 1069-061, Lisbon, Lisbon, Portugal (Profissional)

Websites

  • https://readymag.com/Miuxapop/portfolio/ (Profissional)

Domínios de atuação

  • Ciências Sociais - Ciências da Comunicação - Jornalismo
  • Ciências Sociais - Ciências da Comunicação - Comunicação Social e Comunicação Sócio-cultural

Idiomas

Idioma Conversação Leitura Escrita Compreensão Peer-review
Português (Idioma materno)
Inglês Utilizador proficiente (C2) Utilizador proficiente (C2) Utilizador proficiente (C2) Utilizador proficiente (C2) Utilizador proficiente (C1)
Espanhol; Castelhano Utilizador independente (B2) Utilizador independente (B2) Utilizador independente (B1) Utilizador independente (B2) Utilizador independente (B1)
Formação
Grau Classificação
2015/08/08 - 2019/08/08
Concluído
Programa de Pós-Graduação em Jornalismo (PPGJOR) (Doctor)
Especialização em Doutora em Journalismo
Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil
"Jornalismo de inovação: os Estudos de Tendências como ferramenta de pesquisa " (TESE/DISSERTAÇÃO)
Approved with indication to publish book
2010/08/01 - 2012/10/01
Concluído
Programa de Pós-Graduação em Jornalismo (PPGJOR) (Master)
Especialização em Master in Journalism
Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil
"Apropriações do Twitter pelo Jornalismo de Moda no Brasil" (TESE/DISSERTAÇÃO)
2004/08/01 - 2008/08/26
Concluído
Comunicação Social - habilitação em Jornalismo (Bachelor)
Especialização em Journalist
Universidade Franciscana, Brasil
"Jornalismo de moda online no Brasil" (TESE/DISSERTAÇÃO)
Percurso profissional

Ciência

Categoria Profissional
Instituição de acolhimento
Empregador
2020/01/01 - Atual Investigador (Investigação) Universidade Nova de Lisboa, Portugal
ICNOVA | Instituto de Comunicação da UniversIdade NOVA de Lisboa, Portugal
Projetos

Bolsa

Designação Financiadores
2020 - 2021/08/31 Stick & Flow: A Critical Framework for Investigating Bot Engagement on Social Media
Bolseiro de Investigação
Center for Advanced Internet Studies (CAIS), Alemanha
Center for Advanced Internet Studies (CAIS)
Em curso

Projeto

Designação Financiadores
2021 - Atual MyGender - Mediated young adults’ practices: advancing gender justice in and across mobile apps
PTDC/COM-CSS/5947/2020
Bolseiro de Pós-Doutoramento
Universidade de Coimbra, Portugal
Associação para a Inovação e Desenvolvimento da FCT
Em curso
Produções

Publicações

Artigo em revista
  1. Ana Marta M. Flores; Janara Nicoletti. "Violência contra jornalistas no canal de Jair Bolsonaro no Youtube". Brazilian Journalism Research. Journalism Theory, Research and Criticism. 18 1 (2022): 4-36. https://novaresearch.unl.pt/en/publications/2ef8021d-a745-4149-b24b-8e3cbbc1479c.
    https://doi.org/10.25200/BJR.v%25n%25.Y.1438
  2. Ana Marta M. Flores. "Hoje é impossível o jornalismo se dissociar totalmente das plataformas digitais". Revista Estudos em Jornalismo e Mídia 18 2 (2021): 207-215. https://novaresearch.unl.pt/en/publications/77fbecf6-e9bd-4774-8e9d-297ac09b769c.
    http://doi.org/10.5007/1984-6924.2021.e85089
  3. Flores, Ana. "Trend Studies: an approach for analyzing and managing culture". ModaPalavra (2018): http://dx.doi.org/10.5965/1982615x11222018049.
    10.5965/1982615x11222018049
  4. Flores, Ana. "Jornalismo de moda made in Brazil: características da prática". Fronteiras - estudos midiáticos (2018): http://dx.doi.org/10.4013/fem.2018.201.04.
    10.4013/fem.2018.201.04
  5. Flores, Ana. "Innovation Journalism: a multiple concept". Brazilian Journalism Review (2017):
    https://doi.org/10.25200/BJR.v13n2.2017.970
  6. Flores, Ana. "Webjournalist narratives as an element of innovation: cases of Al Jazeera, Folha de S. Paulo, The Guardian, The New York Times and The Washington Post". Revista Brasileira de Ciências da Comunicação | Intercom - RBCC (2017):
    10.1590/1809-5844201712
Capítulo de livro
  1. Amaral, Inês; Flores, Ana Marta; Antunes, Eduardo; Brites, Maria José. "Intergenerational Digitally Mediated Relationships: How Portuguese Young Adults Interact with Family Members Over 65+". In Human Aspects of IT for the Aged Population. Technology in Everyday Living, 335-348. Suiça: Springer International Publishing, 2022.
    Publicado • 10.1007/978-3-031-05654-3_23
  2. Paulo Nuno Vicente; Ana Marta M. Flores. "Inteligência Artificial e Jornalismo". In Temas Emergentes, editado por Correia, {Jo{\~a, 175-194. LabCom, 2021.
  3. Ana Marta M. Flores; Rita Sepúlveda. "Métodos digitais e educação". In uma proposta de investigação, editado por Ana Nobre; Mouraz, {Ana, 226-255. Universidade Aberta, 2021.
    https://doi.org/10.34627/uab.edel.15.11
  4. Ana Marta M. Flores; Janara Nicoletti. "A imprensa no perfil de Jair Bolsonaro no Instagram nos 100 primeiros dias da pandemia de COVID-19". editado por Longh, {Raquel Ritter, 87-105. Editora Insular, 2021.
  5. Ana Cecília Bisso Nunes; Ana Marta M. Flores. "Inovação no jornalismo brasileiro no contexto da pandemia de COVID-19". editado por Mallmann, {Andr{\'e, 117-138. ediPUCRS, 2021.
  6. Flores, Ana. "Jornalismo em um novo tempo: a inquietação da atividade jornalística com o futuro do consumo de notícias". Brasil, 2016.