???global.info.a_carregar???
Pedro Pinto. A palaeographer and researcher at CHAM Centro de Humanidades and at Centro de Estudos Históricos. Published 15 articles in peer-reviewed journals, 2 book chapters and 9 books. Member of the Bitagap Project at Berkeley University, Publishes medieval and early modern Portuguese chancellerty and parliamentary records, as well, as Portuguese sources on the Philippines, Singapore, and Oman.
Identificação

Identificação pessoal

Nome completo
Pedro Pinto

Nomes de citação

  • Pinto, Pedro

Identificadores de autor

Ciência ID
0E18-08B4-6FA3
ORCID iD
0000-0002-3467-8173

Moradas

  • Av. D. Dinis, 68 - 6.º C, 2675-328, Odivelas, Odivelas, Portugal (Pessoal)

Websites

  • https://fcsh-unl.academia.edu/PedroPinto (Académico)

Domínios de atuação

  • Humanidades - História e Arqueologia

Idiomas

Idioma Conversação Leitura Escrita Compreensão Peer-review
Português (Idioma materno)
Inglês Utilizador proficiente (C1) Utilizador proficiente (C2) Utilizador proficiente (C1) Utilizador proficiente (C1) Utilizador independente (B2)
Formação
Grau Classificação
1991 - 1995
Concluído
História (Licenciatura)
Universidade Nova de Lisboa Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Portugal
15
Percurso profissional

Ciência

2014/01/01 - Atual Investigador (Investigação)
CHAM Centro de Humanidades, Portugal
1999/01/01 - Atual Investigador (Investigação)
Universidade Nova de Lisboa Centro de Estudos Históricos, Portugal
Produções

Publicações

Artigo em conferência
  1. Pedro Pinto. "Fragmentos do passado". 2019.
  2. Maria do Rosário Morujão; Sérgio Lira; Anísio Saraiva; Pedro Pinto. "The Portuguese sigillographic heritage – SIGILLVM, a new research project on a remarkable and mostly neglected heritage". 2014.
Artigo em revista
  1. Pinto, Pedro. "New Evidence on Relations between Portugal and the Kingdom of Allada in the Sixteenth Century". History in Africa (2020): http://dx.doi.org/10.1017/hia.2019.25.
    10.1017/hia.2019.25
  2. Pedro Pinto. "O cartório da câmara de Santarém durante a Idade Moderna". Mátria Digital - Revista do Centro de Investigação Prof. Doutor Joaquim Veríssimo Serrão 7 (2019): 503-535. https://novaresearch.unl.pt/en/publications/3dc2f1c0-6ecb-461e-8cdd-e0d31144a663.
  3. Diana Martins; Pedro Pinto. "Transcrições e resumos seiscentistas de fragmentos originais da chancelaria de D. Afonso IV, entretanto desaparecidos (1325-1327)". Fragmenta Historica 6 (2018): 59-71. https://novaresearch.unl.pt/en/publications/54fe9a8c-b246-4b83-ad57-537c302aa4c4.
  4. José Domingues; Pedro Pinto; Domingues, J.; Pinto, P.. "A fragment of the Reforma das Ordenações de D. Afonso V¿". Tijdschrift voor Rechtsgeschiedenis / Revue d'Histoire du Droit / The Legal History Review 85 3-4 (2017): 522-539. https://doi.org/10.1163%2F15718190-08534p05.
    10.1163/15718190-08534p05
  5. Pedro Pinto. "Confirmação de aforamento em Vale de Caldelas (Elvas) (1596)". Fragmenta Historica 5 (2017): 133-138. https://novaresearch.unl.pt/en/publications/6cd58e43-91c3-465e-b401-a6822eecc14d.
  6. Pedro Pinto. "Carta de Pedro de Mendanha a D. Afonso V sobre a batalha de Toro (1476-1481)". Fragmenta Historica 5 (2017): 111-113. https://novaresearch.unl.pt/en/publications/5799ebab-33cc-4c38-af84-60457f810709.
  7. Pedro Pinto. "Mandado de Martim Afonso de Melo para ser entregue ao feitor de Malaca o salitre recebido em Cananor e Cochim (1522)". Fragmenta Historica 5 (2017): 129-130. https://novaresearch.unl.pt/en/publications/11057649-80d6-45cb-ab45-9d69da3b460d.
  8. Pedro Pinto. "Ordem que se deve ter no correr da argola e na justa (séc. XV-XVI?)". Fragmenta Historica 5 (2017): 121-123. https://novaresearch.unl.pt/en/publications/572d001c-964e-4e35-aad4-13540be51dcb.
  9. Pedro Pinto. "Carta da Câmara de Lisboa à feitoria portuguesa de Antuérpia sobre os mercadores estrangeiros com privilégio de vizinho (1512)". Fragmenta Historica 5 (2017): 125-127. https://novaresearch.unl.pt/en/publications/871614bf-e30e-4f95-bd43-85db5e36e3fb.
  10. Pedro Pinto. "Obrigação de servir com cavalo e armas a D. Fernando Coutinho, Bispo de Lamego e regedor da justiça (1499)". Fragmenta Historica 5 (2017): 117-119. https://novaresearch.unl.pt/en/publications/60c06335-90cd-48ae-a3d0-decf3df8c8cd.
  11. Pedro Pinto. "Carta do Rei D. Fernando ao rabi-mor para que pagasse a Rodrigo Eanes de Sá treze libras por certas lanças com que o havia de servir (1374)". Fragmenta Historica 5 (2017): 109-110. https://novaresearch.unl.pt/en/publications/79693134-e1c5-424b-b564-1c34e6a32b6a.
  12. Pedro Pinto. "Parecer de Rui Lourenço de Távora sobre as minas do Monomotapa (1609)". Fragmenta Historica 5 (2017): 139-140. https://novaresearch.unl.pt/en/publications/51d0f38a-3824-4f54-b55e-cf320d941e6d.
  13. Pedro Pinto. "Carta do Príncipe D. João a D. Isabel, Rainha de Castela, Leão e Aragão, sobre a libertação de alguns presos". Fragmenta Historica 5 (2017): 115-116. https://novaresearch.unl.pt/en/publications/5f6f87ac-d5a4-41f7-b439-2c40e4c8d24c.
  14. Pedro Pinto. "Carta de D. Teodósio, Duque de Bragança, a Pedro Fernández de Velasco y Tovar, Condestável de Castela e Duque de Frias (1533)". Fragmenta Historica 5 (2017): 131-133. https://novaresearch.unl.pt/en/publications/213402af-20af-4bb1-92e6-24ce84e791eb.
  15. Domingues, J.; Pinto, P.. "The genesis of the portuguese public administration: The origin of municipal aldermen | Nos primórdios da administração pública portuguesa: As origens dos vereadores municipais | Primeros días de la administración pública portuguesa: Origenes de los regidores municipales". Revista General de Derecho Administrativo 2016 41 (2016): http://www.scopus.com/inward/record.url?eid=2-s2.0-84956604124&partnerID=MN8TOARS.
  16. Pedro Pinto; José Domingues. "Um fragmento em português do Ordo Iudiciarius de Tancredo". Glossae. European Journal of Legal History 13 (2016): 207-242. https://novaresearch.unl.pt/en/publications/8fad787a-f5c0-466e-90b8-b1f24d0284ef.
  17. Domingues, J.; Pinto, P.. "The longer "forais" in the Middle Ages in Portugal | Os foros extensos na idade média em Portugal". Revista de Estudios Historico-Juridicos 37 (2015): 153-174. http://www.scopus.com/inward/record.url?eid=2-s2.0-84947918523&partnerID=MN8TOARS.
    10.4067/S0716-54552015000100006
  18. Pinto, P.. "The Persecution of Jehovah's Witnesses in Colonial Angola (with a digression on the inception of Tokoism)". Social Sciences and Missions 28 3-4 (2015): 327-372. http://www.scopus.com/inward/record.url?eid=2-s2.0-84943765557&partnerID=MN8TOARS.
    10.1163/18748945-02803015
  19. Pinto, Pedro; Domingues, José. "O “foral velho” da vila de Aveiro de 1342". Ao cômputo dos foros extensos municipais portugueses da Idade Média acresce hoje a publicação do chamado “foral velho” da vila de Aveiro, promulgado pela vereação de 21 de Março de 1342, sob a superintendência do coevo corregedor no meirinhado da Beira, Afonso Eanes. (2015): http://hdl.handle.net/10362/19496.
  20. Pinto, Pedro; França, Paula. "Sumários do Livro de Notas de Francisco Cardoso, tabelião de Montemor-o-Velho (1551-1553), existente no Arquivo Histórico Municipal de Coimbra". No Arquivo Histórico Municipal de Coimbra existe, há pelo menos dois séculos, um livro de notas de um tabelião de Montemor-o-Velho do século XVI. O Arquivo da Universidade de Coimbra apenas possui livros dessa tipologia a partir de 1712. Este trabalho apresenta um índice de todos os documentos contidos no referido livro, procurando assim suprir uma lacuna no conhecimento da região, debilitado pelo (2015): http://hdl.handle.net/10362/19494.
    10.14195/2182-7974_28_2
  21. Pedro Pinto; José Domingues. "O foral velho da vila de Aveiro de 1342". E-legal History Review 21 (2015): 1-26. https://novaresearch.unl.pt/en/publications/8a4bed10-f9e8-44f8-b104-2421ac6a65f9.
  22. Pedro Pinto. "Dos manuscritos à personagem:". Ehumanista 31 (2015): 80-153. https://novaresearch.unl.pt/en/publications/40b85bfc-4b0b-4282-ace4-a946be13cc7b.
  23. Pedro Pinto; Paula França. "Sumários do Livro de Notas de Francisco Cardoso, tabelião de Montemor-o-Velho (1551-1553), existente no Arquivo Histórico Municipal de Coimbra". Boletim do Arquivo da Universidade de Coimbra 28 (2015): 77-120. https://novaresearch.unl.pt/en/publications/6fa49083-ccd2-497f-bc08-52a050e289f0.
  24. Pinto, P.. "Parchment fragments in Torre do Tombo: A possible inventory (1315-1683) | Fragmentos de pergaminho na Torre do Tombo: Um inventário possível (1315-1683)". Revista de Historia da Sociedade e da Cultura 14 (2014): 31-84. http://www.scopus.com/inward/record.url?eid=2-s2.0-85011309212&partnerID=MN8TOARS.
    10.14195/1645-2259_14_2
  25. Pedro Pinto. "Fragments of parchment in the Torre do Tombo". Revista de História da Sociedade e da Cultura 14 (2014): 31-84. https://novaresearch.unl.pt/en/publications/a7358251-44c3-419a-b011-419a7ed784e4.
  26. Pinto, Pedro; Carvalho, Andreia. "Da caça de Mondragón à guarda do Estreito de Gibraltar (1508-1513) : os guardiões da memória de Duarte Pacheco Pereira e a economia da mercê nos séculos XVI-XVII". O artigo apresenta nova documentação relativa ao episódio do primeiro ataque a uma nau da Carreira da Índia, a nau de Job Queimado, e o papel desempenhado por Duarte Pacheco Pereira na perseguição do pirata Mondragón. Primeiramente, mostraremos como o pirata não chegou a ser capturado pelos portugueses. Duarte Pacheco Pereira tornou-se capitão-mor de várias armadas enviadas ao Estreito de Gibralta (2012): http://hdl.handle.net/10362/13175.
Capítulo de livro
  1. Pedro Pinto. "Jehovah’s Witnesses During the Portuguese Dictatorship". editado por Besier, {Gerhard, 220-334. Cambridge Scholars Publishing, 2016.
  2. Pedro Pinto. "A «Itália» e os italianos nos fundos manuscritos da Biblioteca Nacional de Portugal". In uma aproximação, editado por Nunziatella Alessandrini; Mateus, {Susana Basto, 223-265. C{\'a, 2016.
  3. Pinto, Pedro; Morujão, Rosário; Saraiva, Anísio; Lira, Sérgio; Morujão, Maria do Rosário; Lira, Sérgio; Saraiva, Anísio; et al. "The Portuguese sigillographic heritage – SIGILLVM, a new research project on a remarkable and mostly neglected heritage". Green Lines Institute, 2014.
  4. Pinto, Pedro. "Jehovas Zeugen in Portugal während der Diktatur (1926-1974)". Alemanha, 2013.
Entrada de dicionário
  1. Pedro Pinto. "Testemunhas de Jeová". In Aprender Madeira, editado por Franco, {Jos{\'e. Ag{\^e, 2016. https://novaresearch.unl.pt/en/publications/c4a0032d-e9ed-48f9-bea9-f76600015fa2.
Livro
  1. Pedro Pinto. Fora do Secreto. Centro de Estudos de Historia Religiosa. 2020.
  2. Carlos Manuel da Silva Moura; Abdulrahman Al-Salimi; Michael Jansen; Pedro Pinto; Helmut Siepmann. Portugal in the Sea of Oman. Georg Olms Verlag. 2018.
  3. Carlos Manuel da Silva Moura; Abdulrahman Al-Salimi; Michael Jansen; Pedro Pinto; Helmut Siepmann. Portugal in the Sea of Oman. Georg Olms Verlag. 2018.
  4. Michael Jansen; Abdulrahman Al-Salimi; Pedro Pinto; Helmut Siepmann. Portugal in the Sea of Oman. Georg Olms Verlag. 2018.
  5. Moura, Carlos Manuel da Silva; Pinto, Pedro Miguel Araújo Correia. Cortes Portuguesas. Reinado de D. Afonso V: Cortes de 1439. Centro de Estudos Históricos. 2016.
  6. João José Alves Dias; Pedro Pinto. Cortes Portuguesas. Reinado de D. Afonso V. Centro de Estudos Hist{\'o. 2016.
  7. Michael Jansen; Abdulrahman Al-Salimi; Pedro Pinto; Helmut Siepmann; Karsten Ley. Portugal in the Sea of Oman. Georg Olms Verlag. 2016.
  8. João Alves Dias; Pedro Pinto. Cortes portuguesas. Centro de Estudos Hist{\'o. 2014.
  9. Pedro Pinto; João José Alves Dias. Livro de Notas de Lopo Vasques, Tabelião do Julgado de Refojos de Basto (1458-1459, 1469). Centro de Estudos Hist{\'o. 2014.
  10. Pinto, P.. The implantation of Jehovah's Witnesses in Portugal and the Portuguese Overseas (1925-1974) | A implantação das Testemunhas de Jeová em Portugal e no Ultramar português (1925-1974). 2012.

Outros

Outra produção
  1. Pinto, Pedro; Domingues, José. 2016. Um fragmento em português do Ordo Iudiciarius de Tancredo. Este trabalho pretende divulgar um fragmento do Ordo iudiciarius (1214-1216) de Tancredus Bononiensis redigido em Português medieval, que se vem juntar a um outro fragmento já publicado. Trata-se de dois fragmentos que faziam parte integrante de dois códices distintos, entretanto, desmantelados. Estes testemunhos em vernáculo vêm evidenciar ainda mais a hegemonia alcançada pela obra deste grande m. http://hdl.handle.net/10362/19504.
  2. Pinto, Pedro; Domingues, José. 2015. Os foros extensos na Idade Média em Portugal. Los fueros extensos, o usos y costum-bres municipales son pequeños códigos me-dievales de ius proprium que contienen un microsistema de reglas jurídicas, de carácter obligatorio y sancionatorio, emitidas con vista a garantizar la justicia y la seguridad en el seno de una determinada comunidad vecinal. Su compilación en los siglos XIII y XIV fue impulsada o, por lo menos, ace-lerada por el surgimie. http://hdl.handle.net/10362/19503.
  3. Pinto, Pedro. 2014. Fragmentos de pergaminho na Torre do Tombo : um inventário possível (1315-1683). Os fragmentos de pergaminho medievais e modernos foram desprezados e ignorados por séculos e só começam a ser revalorizados a partir do século XX, fruto de iniciativas individuais de investigadores. Este trabalho descreve o que tem sido feito em Portugal neste campo e apresenta um inventário detalhado de 108 fragmentos portugueses encontrados na Torre do Tombo.. http://hdl.handle.net/10362/19493.
  4. Pinto, Pedro. 2012. A implantação das Testemunhas de Jeová em Portugal e no Ultramar português (1925-1974). A maioria dos estudos religiosos em Portugal tem centralizado o seu enfoque na Igreja Católica e nas diversas denominações protestantes. Contudo, durante o período ditatorial que envolveu o país de 1926 a 1974, e especialmente desde 1961, as autoridades portuguesas despenderam uma considerável quantidade de recursos e tempo investigando as Testemunhas de Jeová, cujo número de membros era aparentem. http://hdl.handle.net/10362/19497.
  5. Pinto, Pedro. 2005. Jehovah's Witnesses in Colonial Mozambique. http://hdl.handle.net/10362/26821.